sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O poder sobe na cabeça

Que pobreza!No decorrer de nossas vidas sempre pronto a observar os outros,e a nós mesmos,nos defrontamos com pessoas que se podem dizer verdadeiramente pobres,mais não pobres de riquezas materiais,e sim de pobreza intelectual. Estamos acostumados a ver as pessoas na forma de colegas de trabalho,por isso não às conhecemos como elas verdadeiramente são. Para que conhecêssemos as pessoas como verdadeiramente são teríamos que dar-lhes o poder momentâneo,analisarmos e depois então decidir se seriam aptas a terem nas mãos algum tipo de cargo de chefia,pois existem pessoas que com um mero cargo,mesmo que insignificante ,se transformam em outra pessoa,se tornando presunçosa,autoritarista,egoísta e simplesmente ignorando seus colegas. Claro que felizmente à exceções,pessoas que adquiriram elevados cargos e continuaram sendo pessoas simpáticas,não esqueceram que cargo não da direito a falta de educação,a falta de respeito,a falta de coletividade,a falta de simpatia,enfim frases que se aprende no jardim de infância ,mais deveria se levar para o resto da vida,frases como :faça o favor,muito obrigado,e aquela que só as grandes pessoas sabem a hora de dizer [me desculpe]. Frases que não diminuem a posição de alguém,ao contrario elevam o respeito em relação a você das pessoas que te cercam. Mais o que o tempo nos mostra é que pessoas que tem personalidade pobre,e chegam a algum cargo,estes são cargos quase insignificantes,que certamente durará pouco tempo,seja este por ser temporário,ou por falta de apoio,pois estas pessoas esquecem que seja qualquer a atividade dentro de um órgão,jamais será tocada por uma só pessoa,mais por uma equipe. Uma roupa pode demonstrar aonde você está,mais jamais quem você é fora dela

Nenhum comentário: