segunda-feira, 26 de julho de 2010

Médicos ou monstros

A web é como o universo, sabemos que existem muitos como nós, melhores ou piores eles estão lá, cabe a nós como aquela mensagem que foi lançada ao espaço em busca de outras formas de vida, também lançamos nossas ideias, e às vezes nossos sentimentos mais profundos em busca de compreensão, ou até mesmo de admiradores, e é quando temos a grata satisfação de encontrar pessoas admiráveis.É por isso que os seres humanos deveriam se dedicar mais aos diálogos e expressar seus problemas para que não se repetissem crimes que nos chocam assistidos nos telejornais.Pois se nós notarmos, por traz de um monstruoso crime sempre teve uma pequena atitude impensada que levou a uma atitude maior para esconde La,que levou ao crime,que levou a ocultação de cadáver e com ele uma leva de pessoas. E então quando não tem mais volta paras-se dentro de uma prisão e diz por que eu não agi de outra maneira. Parece fácil pensar dessa forma,quando estamos do lado de cá,pois o problema não foi com a gente, mais o interessante é dizer que poderia ser com qualquer um,talvez com uma dimensão diferente,mais poderia .O que o ser humano não reflete é a capacidade que temos de fazer o bem ou o mau para nós e aos outros.Nós quando emocionalmente lúcidos, com a alta estima elevada, temos a capacidade de sonhar e até conseguir qualquer coisa, ultrapassamos obstáculos e somos capazes de ajudar aos outros, mais a mesma pessoa que hoje prega o bem, dá conselhos,é otimista enquanto vai tudo bem em sua vida,talvez não seja tão forte quando levar uma queda e não use tudo de bom que existe nela para se levantar ,e ao tentar resolver um problema pequeno,se deixe levar pela emoção e acabe caindo em um abismo sem fundo virando um desses monstros que vemos na mídia.Cito o exemplo de uma mulher que após ter uma gestação de nove meses ,não vendo a hora de ter seu filho nos braços ,e aparentemente ser a pessoas mais feliz do mundo ,se depare com uma depressão pois parto ,a mulher que antes aguardava seu filho com todo o amor do mundo agora o rejeita, e a pessoa mais feliz do mundo agora só chora e a casos de pessoas que até tiveram problemas psiquiátricos .Um velho ditado já dizia [de médico e de louco tudo mundo tem um pouco] cabe a nós preservar este médico que existe dentro de nós e afugentar com muito diálogo o louco para fora de nós.O ser humano é movido pela emoção,e temos uma capacidade de stress que suportamos sozinho,se passamos de nossos limites ,seja motivado pela nossa culpa ou pela culpa de outra pessoa devemos procurar ajuda para não virarmos uma pessoa completamente alheia a que somos.