Meus medos

Hoje tenho 42 anos de idade e meu filho de 9 anos veio desabafar comigo contando parte de seus medos, e perguntando se eu não tinha medo de alguma coisa, então resolvi contar a ele quem fui e quem sou eu em relação ao medo, mais para dar a ele confiança nas minhas palavras, tornei público meus medos. Tenho orgulho de dizer que para meu filho eu sou seu super herói, mais tenho que ser honesto para ele em dizer que este super herói também tem medos, tem fobias, e também comete erros, mais por ter reconhecido isto e aprendido conviver com isto que cheguei até aqui. Afinal o medo é um sentimento natural nos seres vivos, veja exemplos na natureza, onde o leão o rei das selvas, aparentemente não deveria ter medo, porem em situações de perigo de vida ele foge, o elefante com seu tamanho enorme tem medo de pequenos leões, e porque nós seres humanos não deveríamos ter medo, mais o que nós temos que aprender a separar é o medo que é real, aquilo que pode vir a acontecer do medo que é fantasioso, filmes, contos, fantasmas etc. A pergunta é quem não teve?Eu por exemplo lembro-me de ter medo do escuro quando pequeno, de ter a impressão que algo estava andando sobre as cobertas, e passava suador com a cabeça coberta até pegar no sono,de ter a impressão que tinha alguém debaixo da cama,ou que se saísse para fora de casa à noite encontraria assombrações,mais com o passar do tempo a maneira que encontrei para perder o medo foi encarar o escuro do quarto,criar coragem e olhar debaixo da cama,para ver que não tinha nada lá,e que aquele pensamento era apenas fruto de minha imaginação,e que o que tinha lá fora era apenas cães,gatos e pássaros nas arvores que faziam aquele barulho que me colocava medo.Mais meus medos não paravam por aí,pois quantos filmes assisti e quantas historias escutei que me deixaram amedrontado de medo,filmes de monstros,de fantasmas,de zumbis ,historias de lobisomem,mula sem cabeça,bruxas e outras,mais conversando com meus pais eles sempre me implicavam que aquilo tudo era invenção justamente para assustar as pessoas e que na realidade não existia e que tirasse aquilo da cabeça,mais com o colo,a compreensão ,o amor e o carinho que meu pai e minha mãe me davam,fazia com que eu amasse eles ainda mais,e com isso vinha outro medo,o mais terrível que era o medo de perde-los ,pois imaginava que um dia eles iriam morrer e eu iria perder tudo aquilo que eles me davam,e não teria mais quem me apoiasse nas horas difíceis,demorou um tempo ,mais desabafando o meu medo com meus pais eles me tranqüilizavam,explicando- me que morrer fazia parte da vida,mais isso não significava que as pessoas que amamos irão morrer depressa,pois davam exemplos da idade que chegaram com vida meus avós,que quando as pessoas se dedicam a uma vida saudável,que planeja o futuro,que tem esperança,e principalmente tem Jesus como exemplo,com certeza chegará a velhice e mesmo quando velho quem decide a hora de morrer é Deus,e que o amor que eu sentia por eles na verdade sempre os manteriam vivos e do meu lado,que eu deveria esquecer esta idéia e fazer planos para o futuro,de como eu cuidaria deles quando ficassem velhinhos,e com isso fui conseguindo tirar este medo da minha imaginação,e olha que eles viveram muito tempo,conheceram meus filhos,e tiveram até bisnetos de tanto tempo que viveram.E agora homem formado me perguntam se eu com esta idade tenho medo,sim,eu tenho medo ,pois tem um tipo de medo que é benéfico,que nos mantém vivos,veja alguns exemplos; Se vermos um carro em alta velocidade e não tivermos medo de sermos atropelado e sairmos da frente ,ai sim corremos o risco de vida,se olharmos um precipício e não ficarmos com medo de cair,chegaremos tão perto que poderemos cair de verdade ,se não tivermos medo das drogas corremos o risco de experimentar e comprometer o resto de nossas vidas,e muitos outros exemplos de medos que temos que ter ,para nos desviarmos do perigo,e até proteger as pessoas que amamos.heróis não são aquelas pessoas que não tem medo,heróis são aquelas pessoas que conseguem conviver com o medo e vencê-los um por um ao longo da vida.O medo não nos faz pessoas fracas,apenas nos testa para ver até onde podemos chegar.

Comentários

guímel disse…
Qual mortal não tem medo Elias?
Precisamos deles para combater nossas sombras na idade adulta, mas tem sombras que persistem, sugam e nos fazem perder momentos felizes... Aí é que o super-herói entra em ação, para combatê-lo.
Mesmo com essa "guerra", vale e como vale Viver.
Linda explicação deu para o seu filho, com certeza ele tem a imagem do Pai/Herói.
Parabéns pelo texto!

Bjsss